Aumentar Tamanho do Texto Tamanho do Texto Selecionado
HOME
Clique em um dos links abaixo
DESENVOLVIMENTO DA VISÃO
CONJUNTIVITES
ALERGIAS
TOXOPLASMOSE
RETINOBLASTOMA
DOENÇAS INFECCIOSAS
AMBLIOPIA
CATARATA CONGÊNITA
GLAUCOMA CONGÊNITO
VISÃO SUBNORMAL
MÁ-FORMAÇÕES
LACRIMEJAMENTO
Clique em um dos links abaixo
PRINCIPAIS PROBLEMAS
RETINOPATIA DA PREMATURIDADE
EXAMES OCULARES
CIRURGIAS OCULARES
NOTíCIAS - VOCÊ ESTÁ AQUI
ARTIGOS
APRESENTAÇÃO A MÉDICA FALE CONOSCO ACESSO
Notícias

Lâmpada de fenda portátil aprimora qualidade de exames

13/11/2010 - O setor de oftalmopediatria do Hospital de Olhos Sadalla Amin Ghanem (HOSAG) comemora a aquisição de uma lâmpada de fenda portátil da marca Kowa. O instrumento ainda indisponível na maioria dos consultórios do país permitirá a análise mais precisa dos olhos das crianças, principalmente daquelas com idade até dois anos.

Segundo a oftalmopediatra do HOSAG, Dra. Lígia Bonotto, o maior benefício da lâmpada portátil é facilitar o exame em crianças, que agora poderá ser feito no conforto do colo da mãe.

“Antes era necessário fazer “aviãozinho” e muitas outras manobras para examinar a criança. O movimento e o choro tornavam quase impossível uma boa análise e muitas vezes precisávamos recorrer ao microscópio cirúrgico para ver melhor”, explica a oftalmopediatra.

A lâmpada portátil tem o comprimento da palma de uma mão e quase todos os recursos da lâmpada de fenda usada em adolescentes e adultos.
O exame oftalmológico das crianças ganhará em qualidade e precisão com o instrumento e sua aquisição é tida como a maior notícia do ano para o setor de Oftalmopediatria do HOSAG.

“Com a lâmpada é possível ver as alterações dos anexos oculares, das pálpebras, conjuntiva, córnea (epitélio, estroma e endotélio), da câmara anterior (espaço entre a córnea e íris mais cristalino; sua parte anterior), cristalino (desde cápsula anterior, estroma e cápsula posterior) e a primeira porção vítrea (retrocistaliniana), pois ela fornece uma imagem tridimensional, ao contrário do microscópio cirúrgico ou da oftalmoscopia indireta, que não dão ao oftalmologista a noção de profundidade”, finaliza a médica. O exame sob sedação também ganha maior qualidade, pois o instrumento pode ser levado para o centro cirúrgico.



Imprimir  


O conteúdo deste site tem fins informativos e não pretende
substituir a consulta ou tratamento oftalmológico
Política Copyright Sitemap Sintonia Comunicação